Prever - Floriprev
  • ...pessoas estão inscritas no programa "MInha casa minha vida" em Campo Mourão. A relação completa foi publicada nesta sexta-feira no "Órgão Oficial". Atualmente o programa tem 824 casas em construção na cidade e o sorteio deve ser feito em abril. Outras 700 unidades já estão programadas. Olha aí, ficarão faltaando só umas 4 mil...

  • O Amadorzão da Liga de Campo Mourão deste ano terá a participação de nove times.

    O certame vai começar dia 22 de março, com duração de cinco meses.

    A definição saiu em arbitral realizado nesta sexta-feira.

    Campo Mourão entra com três equipes - América, Holanda e Arena Soccer.

    Na primeira fase jogam todos contra todos e dos nove se classificam seis.

    .

    Quem vai participar
    América
    Araruna
    Arena Soccer
    Engenheiro Beltrão
    Holanda
    Luiziana
    Mamborê
    Peabiru
    Quinta do Sol

    Foto: Blog do Ilivaldo

  • O público foi pequeno, como sempre, mas desta vez pelo menos apareceram mais vereadores. Oito "nobres edis" foram à audiência pública em que a Secretaria de Saúde prestou contas das atividades de 2014. Seis ficaram até o final. Se bem que, cá pra nós: audiência pública numa sexta-feira à noite é a senha pra ninguém ir mesmo, não é?...

  • O secretário de Estado Douglas Fabrício e o deputado Márcio Nunes estiveram na Comcam nesta sexta-feira.

    Eles se defenderam das acusações de "inimigos da educação" feitas por professores em greve.

    "Se eu tirei um direito da educação, eu renuncio o meu mandato", destacou Márcio.

    Para ele, os 34 deputados que estavam no camburão são os "verdadeiros amigos" do setor.

    Já Douglas disse que não tem deputado mais amigo da educação do que ele.

    "Sempre defendi os professores", ressaltou.

    .
    O que foi dito

    "Sou filho de professora, sou neto de professora".
    Márcio Nunes (PSC), deputado estadual.

    "Eu também sou professor".
    Douglas Fabríco (PPS), secretário de Estado de Esporte e Turismo

  • Sicredi - Cartões

  • Durante reunião da Comcam, o deputado Márcio Nunes não deu muita animação aos prefeitos, não.

    "Este ano vai ser muito difícil, os prefeitos já fiquem sabendo isso", frisou durante discurso.

    "Já está tendo atraso, eu sei", destacou sobre repasses e obras do Estado.

    Segundo Márcio, ano que vem "melhora bastante".

    "Sei que essa onda vai passar", destacou.

    E, passando, que não volte nunca mais, né?...

  • Habitação - Novo Centro - 4

  • Tanto Douglas Fabrício quanto Márcio Nunes atribuíram ao governo federal a culpa pela crise do governo do Paraná.

    Segundo eles, a redução do IPI atingiu a arrecadação.

    "O governo federal não tirou só dele. Tirou dos estados e dos municípios", explicou Douglas.

    Apesar da crise, ele disse que está "bastante esperançoso".

    Márcio, por sua vez, frisou que confia no governo.

    Também, se até os aliados abandonarem o barco...

  • Paraná - ofertas

  • Quem também defendeu o governador Beto Richa na Comcam foi o prefeito Cláudio Gotardo (Boa Esperança).

    Ele criticou a imprensa por "não explicar direito".

    "Essa greve não é da educação, é dos professores", ressaltou.

    Segundo Gotardo, a imprensa deveria dizer que o presidente da APP define as ações em reuniões "na casa do Requião".

    Ai-aiai-aiai! E os atrasos à Santa Casa, aos fornecedores e ao fundo rotativo das escolas a imprensa está explicando bem?...

  • Campoplastic - Provisório

  • "Essa greve não é por salário porque o salário está bom. Só que os professores não agradecem o governo por isso".

    Bento Batista (PTB), prefeito de Juranda e presidente da Comcam, sobre as greve dos professores, durante reunião da entidade, nesta sexta-feira.

  • Os cliques são desta quinta-feira, quando o goverandor Beto Richa se reuniu com o secretariado. Uma das novidades foi que desta vez o mourãoense Douglas Fabrício (Esporte e Turismo) estava presente. Na reunião do mês passado ele ainda não tinha tomado posse. E cá pra nós: ô meisinho ruim pra ir pro governo, hein?... 

  • Engenheiro Beltrão - Acabou a greve dos professores da rede municipal. Um acordo firmado com a prefeitura prevê o reajuste de acordo com o piso nacional. Os professores vão repor os dias parados e não haverá desconto no salário.

    Roncador - A Câmara de Vereadores aprovou projeto da prefeitura que autoriza o aumento do repasse para a entidade que administra o transporte de alunos do ensino superior. O novo valor será de R$ 21 mil por mês.

    Fênix - Os vereadores aprovaram e o prefeito Edwaldo Chefinho sancionou e já mandou publicar a lei que autoriza a adequação dos salários dos professores municipais ao piso nacional do magistério. Portanto, aumentinho garantido.

  • O prefeito de Juranda, Bento Batista, foi reeleito presidente da Comcam por aclamação, nesta sexta-feira.

    "Hoje estou muito feliz porque não apareceu concorrente", brincou o presidente sobre a sucessão tranquila.

    Na prestação de contas, ele disse que fez "o possível".

    "Algumas metas não conseguimos colocar em prática", admitiu.

    Para este ano, no entanto, estão em vigor novas mensalidades.

    Ah, como diz a palavra da moda, a Comcam vai ter um "upgrade"...

    .

    Como ficou a diretoria
    Presidente: Bento Batista (Juranda)
    Vice-presidente: Airton Agnolin (Nova Cantu)
    2.o vice-presidente: Fabiano Antoniassi (Araruna)
    Tesoureiro: Baco Duarte (Ubiratã)
    2.a tesoureira: Marília Gonçalves (Roncador)
    1.o secretário: João Cláudio Romero (Quinta do Sol)
    2.o secretário: Nei Calori (Mamborê)

  • Estão abertas as inscrições para o teste seletivo que vai selecionar estagiários para a prefeitura de Campo Mourão.

    São 153 vagas para estudantes de 10 cursos superiores diferentes.

    Só para alunso de pedagogia são 90 vagas.

    Também há cadastro de reserva para outras 11 áreas.

    O salário é de R$ 600 (seis horas) e R$ 400 (quatro horas), mas vale-transporte de R$ 10 por dia.

    Onde se inscrever? CIEE – Av. Capitão Índio Bandeira, 641 – sala A
    Quando? Até 11 de março
    Que horas? Das 8h30 às 12h e das 13h30 às 17h30
  • Prefeituras da região suspenderam o transporte escolar por falta de óleo diesel.

    Tudo provocado pelo protesto dos caminhoneiros.

    Em Janiópolis, as aulas só retornam quando a situação for normalizada.

    Ubiratã manteve as aulas, mas suspendeu o transporte a partir desta sexta-feira.

    Também estão suspensos os ônibus escolares em Campina da Lagoa, Nova Cantu e Altamira do Paraná.

    Ih, assim tem criança que vai passar a apoiar os caminhoneiros, hein?...

  • A Expobira, que seria realizada de 9 a 12 de abril, foi transferida para o período de 5 a 8 de novembro.

    Motivo? A crise financeira no País e no Estado.

    A decisão da prefeitura de Ubiratã foi divulgada nesta quinta-feira.

    “Não queremos em razão da festa ter que utilizar recursos que poderiam ser investidos em outras áreas”, explicou Cleide Carvalho, da Comissão de Eventos.

    A licitação do rodeio foi cancelada por medida de economia.

  • O prefeito de Terra Boa, Valter Peres, foi a Curitiba cobrar a retomada das obras do posto de saúde, que estão paralisadas.

    Segundo ele, a obra no cojunto Cidade Alta já teve 80% dos serviços concluídos.

    Foi paralisada por falta de repasses do governo do Estado.

    Peres foi acompanhado pelo deputado Márcio Nunes.

    A promessa do governo é que a retomada se dará "o mais breve possível".

    Traduzindo: só Deus sabe quando...

  • O prédio onde durante muito tempo funcionou o banco Santander já tem nova destinação. Vai abrigar loja da grife Carmen Steffens. A placa anunciando "inauguração em breve" já está. O prédio, na av. Capitão Índio Bandeira, em frente ao Clube 10, está em reformas. Crise? Ah, só se for pra fora os limites de Campo Mourão...

  • O secretário Altair Casarim não quis arriscar um palpite para o percentual de reajuste a ser dado aos servidores.

    A data-base é em março e o sindicato está pedindo 12%.

    "A crise nacional nos preocupa bastante", frisou.

    O receio é conceeder um aumento que comprometa as contas no fim do ano.

    "Ainda vamos montar as planilhas. No momento não posso dar uma definição", frisou durante audiência pública.

    Portanto, segue o suspense... 

  • A presidente do Sindicato dos Servidores, Silvane Botega, criticou a nomeação de cargos em comissão no início deste ano.

    "As nomeações vão custar R$ 55 mil por mês", frisou.

    A crítica foi feita durante audiência pública em que a prefeitura prestou contas à Câmara.

    Março é a data-base do funcionalismo e o Sindiscam quer 12% de reajuste, entre outras coisitas mais.

    Xiiiiiiii...

  • Não tem mais pescaria nos buracos da av. Comendador Norberto Marcondes. A prefeitura concluiu nesta quinta-feira o tapa-buraco no trecho perto do colégio Unidade Polo, onde a coisa andava feia. Na semana passada, uma "pescaria" no local fez sucesso nas redes sociais. Ah, o que uma fotinha na Boca Santa não faz...

  • A prefeitura de Campo Mourão arrecadou R$ 220,3 milhões e pagou despesas de R$ 210,6 milhões em 2014.

    Então sobraram quase R$ 10 milhões em caixa, certo?

    Nem tanto, nem tanto.

    É que as despesas empenhadas somaram R$ 226,8 milhões.

    Ou seja, ficaram R$ 6,5 milhões pra pagar este ano.

    Para o secretário Altair Casarim (Fazenda) as contas estão apertadas, mas equilibradas.

    Hummmmmmm...

blz.com.br